Consciência Negra: O humor que mata

Começa hoje uma série de posts em homenagem ao dia da consciência negra. Que apesar do que escuta-se com alguma frequência o racismo existe e afeta cotidianamente a vida de todas as pessoas negras. Contrária à interpretação usualmente dada a declaração, cortada e fora de contexto, do Morgan Freeman, para acabar com o racismo devemos falar sobre ele e entender os principais mecanismo de sua atuação.

O texto escrito pelo Thiago Ribeiro, do blog Renova-Ação Negra, fala sobre a perpetuação de preconceitos através de quadros humorísticos e sua veiculação em todas as formas de mídia. Desvendando um pouco o racismo escondido em alguns discursos tidos como inofensivos.

“Entendam que pensar que um negro não denuncia crimes ou que não tem o direito de lutar em defesa de seus direitos, caracteriza racismo também. Será que isso não é óbvio?

Como se não bastassem todos os ataques, ofensas e ameaças, agora ainda aparecem algumas pessoas dispostas a, ainda, defender tais atitudes. Só quero deixar claro que não sou contra outras formas de pensar ou agir, mas sou contra sim toda e qualquer forma de preconceito e discriminação. A Constituição Federal me garante isso. Não entendo a razão pela qual, todas as vezes que um negro se levanta contra o racismo, muitas pessoas aparecem com os mesmos discursos, dizendo que todos somos iguais e que não há motivo para reclamar (…). Negar o racismo é a principal forma do RACISMO.”

Para ler o texto completo: O humor que mata
Se você não reconheceu o caso relatado por Thiago no post, maiores informações no post do Geledés:  A certeza da impunidade: Danilo Gentili oferece ‘bananas’ a internauta negro pelo Twitter

Anúncios

Uma resposta para “Consciência Negra: O humor que mata

  1. discursos ideológicos que tentam derrubar movimentos sociais estão em toda a parte. e é realmente mais fácil acreditar que somos tratados de forma igual ou que seríamos se nos comportassemos dentro dos padrões pré-estabelecidos. o que não se diz mt a respeito da questão racista no brasil. o que se vê é uma constante demagogia a respeito da diversidade étnica brasileira. adoram falar sobre o “mito das 3 raças”, mas a maioria n quer fazer parte das outras duas e muito menos se quer entende-las. mudanças sociais vem inevitavelmente. cabe a nós lutar pelos ideais corretos pra que os avanços e o preconceito seja abandonado. falar de racismo smp, pra que ele deveras pare de existir.

    ótimo blog. beijocxs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s